Quinta, 26 de Novembro de 2020 07:23
83 9-9601-8376
Dólar comercial R$ 5,32 -1.03%
Euro R$ 6,34 -0.77%
Peso Argentino R$ 0,07 -1.12%
Bitcoin R$ 96.437,1 -9.873%
Bovespa 110.132,53 pontos +0.32%
Mundo CORONAVÍRUS

Mundo registra maior número de mortes por Covid em 24 horas

Foram 11.115 óbitos na terça (17), segundo balanço da Universidade Johns Hopkins. Mundo registrou maior número de casos por 3 dias consecutivos na semana passada.

18/11/2020 10h11
Por: Redação Fonte: G1
Centro de testes de Covid-19 é montado em igreja em Nápoles, na Itália, em meio à 2ª onda de contágio na Europa. (Foto: Ciro De Luca/Reuters).
Centro de testes de Covid-19 é montado em igreja em Nápoles, na Itália, em meio à 2ª onda de contágio na Europa. (Foto: Ciro De Luca/Reuters).

O mundo registrou 11.115 mortes por Covid-19 na terça-feira (17), um novo recorde diário segundo levantamento da Universidade Johns Hopkins. O recorde anterior de óbitos era 4 de novembro (11 mil).

Já são mais de 1,3 milhão de mortes em todo o planeta, e os países com mais óbitos são EUA (248 mil), Brasil (166 mil), Índia (130 mil), México (99 mil) e Reino Unido (52 mil).

O pico de mortes durante a primeira onda de contágio do novo coronavírus foi registrado em 17 de abril: 8.365.

O mundo tem atualmente 55,6 milhões de casos registrados e, na semana passada, bateu o recorde diário de infectados por três dias seguidos.

Foram 644 mil casos na quarta (11), 646 mil na quinta (12) e 648 mil na sexta (13). Ontem, foram mais 610 mil novos infectados.

Os novos recordes ocorrem em meio a uma segunda onda de contágio na Europa e mais de 100 mil casos diários nos Estados Unidos desde o início do mês.

Nesta quarta-feira (18), a Rússia anunciou 20.985 novas infecções e um novo recorde diário de mortes por Covid (456), o que fez o número de casos subir para 1.991.998 e o de óbitos, para 34.387.

Na terça-feira (17), a França ultrapassou a Rússia em número de casos e superou os 2 milhões de infectados, e a Itália registrou o maior número de mortes em 7 meses.

No Japão, a capital Tóquio bateu hoje um recorde de novos infectados (493 casos). O recorde anterior era de 1º de agosto (472).

O país tem visto um aumento constante de novos infectados nas últimas semanas, e o primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga, pediu nesta semana às pessoas que tomem precauções contra o vírus.

Medidas de restrição

Para tentar conter o avanço do vírus, diversos países da Europa voltaram a adotar lockdowns e outras medidas de restrição.

O governo italiano decretou até 3 de dezembro um toque de recolher nacional entre as 22h e as 5h, restringiu o horário dos restaurantes e fechou cinemas, teatros, ginásios ou piscinas.

O governo francês também adotou medidas de restrição desde o fim de outubro, como o fechamento de bares, restaurantes e comércios e voltou a exigir que pessoas apresentem justificativas para circular nas ruas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Sousa - PB
Atualizado às 07h20 - Fonte: Climatempo
26°
Poucas nuvens

Mín. 23° Máx. 35°

27° Sensação
31 km/h Vento
56.3% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (27/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 35°

Sol com algumas nuvens
Sábado (28/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 24° Máx. 35°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias