Segunda, 18 de Outubro de 2021
26°

Poucas nuvens

Sousa - PB

Paraíba HERANÇA DA CALVÁRIO

Contratada no Governo João Azevêdo para gestão de hospitais no sertão paraibano, Organização Social desvia o montante de R$ 21 milhões

O julgamento ocorreu durante sessão ordinária realizada ontem, quarta-feira (25).

26/08/2021 às 15h44 Atualizada em 30/08/2021 às 10h22
Por: Redação Fonte: Da Redação do Debate Paraíba
Compartilhe:
O julgamento ocorreu durante sessão ordinária realizada ontem, quarta-feira (25). (Foto: Reprodução).
O julgamento ocorreu durante sessão ordinária realizada ontem, quarta-feira (25). (Foto: Reprodução).

Os Conselheiros do Tribunal de Contas da Paraíba (TCE-PB), julgaram irregulares as despesas realizadas pelo Instituto GERIR, Organização Social contratada pela Secretaria de Saúde do Estado para gestões no Hospital Regional Janduhy Carneiro e Maternidade Dr. Peregrino Filho na cidade de Patos, sertão paraibano, durante o exercício financeiro de 2019, primeiro da gestão do Governador João Azevêdo (Cidadania). O julgamento ocorreu durante sessão ordinária realizada ontem, quarta-feira (25).

Duas inspeções especiais realizadas pelos técnicos da auditoria da corte de contas paraibana apontaram que os prejuízos causados aos dois hospitais sertanejos chegaram ao montante de R$ 21 milhões em despesas não comprovadas e ilegítimas, conforme os votos do relator, conselheiro André Carlo Torres Pontes, referentes aos processos números 12940/19 e nº12992/19. Os valores foram imputados, solidariamente, ao Instituto GERIR e ao diretor Antônio Borges de Queiroz, e devem ser ressarcidos no prazo de 30 dias.

Entre as irregularidades apontadas pela auditoria puderam ser destacadas transferências de numerários sem justificativa para outra conta corrente do próprio Instituto, diversa daquela utilizada para recebimento e prestação de contas, bloqueios judiciais que impediram compromissos com folha de pessoal e superfaturamento de contratos.

Os prejuízos do Estado com os recursos administrados pela Organização Social Instituto GERIR chegaram a R$ 15.208.091,32, relacionados ao Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro, e R$ 6.003.740,43 na gestão da Maternidade Dr. Peregrino Filho.

Leia também: Licitações fraudulentas: Justiça Federal recebe mais uma ação de improbidade do MPF contra Fábio Tyrone, Gilbertão e mais três acusados

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Sousa - PB Atualizado às 00h47 - Fonte: ClimaTempo
26°
Poucas nuvens

Mín. 22° Máx. 36°

Ter 35°C 22°C
Qua 36°C 22°C
Qui 37°C 22°C
Sex 36°C 23°C
Sáb 36°C 23°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes