Domingo, 26 de Setembro de 2021
27°

Poucas nuvens

Sousa - PB

Policial AÇÃO POLICIAL

Vídeo: Ex-presidiária acusada de matar jovem com golpes de faca após discussão em bar na cidade de Cajazeiras, é presa pela Polícia Civil em Campina Grande

De acordo ainda com informações, a investigada cumpriu pena pelo crime de tráfico de drogas.

28/07/2021 às 11h37 Atualizada em 29/07/2021 às 02h01
Por: Redação Fonte: Da Redação do Debate Paraíba
Compartilhe:
De acordo ainda com informações, a investigada cumpriu pena pelo crime de tráfico de drogas (Foto: Reprodução)
De acordo ainda com informações, a investigada cumpriu pena pelo crime de tráfico de drogas (Foto: Reprodução)

Foi presa na manhã desta quarta-feira (28), em uma ação dos agentes da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) em conjunto com a 20ª Delegacia Seccional de Polícia Civil, a ex-presidiária Maria Isabelle Oliveira de Melo, de 24 anos, conhecida como “Galega da Asa”.

A prisão se deu pelo fato de “Galega da Asa” ser acusada de ter assassinado com golpes de faca a jovem Nikelly Bruna dos Santos Silva que tinha 23 anos, após terem se envolvido em uma confusão na noite do último domingo (25), em um bar localizado no sítio Cocos, zona rural de Cajazeiras.

Relembre o caso: Jovem é assassinada com golpes de objeto perfurocortante na zona rural de Cajazeiras; vítima chegou a ser socorrida para o hospital

A acusada foi encontrada em uma pousada pelos agentes de investigação nas proximidades da CIRETRAN, no bairro das Malvinas em Campina Grande. De acordo ainda com informações, a investigada cumpriu pena pelo crime de tráfico de drogas. 

Na chegada à delegacia de Polícia Civil, Maria Isabelle revelou à imprensa que estava arrependida de ter praticado o crime. Ela foi apresentada a autoridade policial judiciária para serem realizados os procedimentos que determina a Lei.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.