E-mail

contato@debateparaiba.com.br

WhatsApp

83 9-9601-8376

Anuncie aqui
ELEIÇÕES 2020

Vereador Claudio Neto diz que Maranhão quebrou acordo do MDB de Itabaiana

O vereador era o pretenso pré-candidato à prefeitura de Itabaiana. Apesar do mal-estar, Cláudio Neto, não confirmou sua saída do partido.

09/01/2020 14h40Atualizado há 2 semanas
Por: Redação
Fonte: Da Redação do Debate Paraíba
Vereador Cláudio Neto, do MDB, de Itabaiana. (Foto: Reprodução).
Vereador Cláudio Neto, do MDB, de Itabaiana. (Foto: Reprodução).

Na última quarta-feira (8), o MDB da Paraíba lançou o empresário e ex-vice-prefeito Dema Azevedo como pré-candidato a prefeito de Itabaiana. Essa decisão tomada pelo senador e presidente estadual da legenda, Zé Maranhão, não agradou aos emedebistas do município e ele teria quebrado o acordo para escolher o pré-candidato da sigla, já que existiam outros nomes. 

Segundo o vereador Claudio Neto (MDB), que havia lançado sua pré-candidatura à prefeitura de Itabaiana pelo MDB, seria realizada uma pesquisa interna para decidir o nome da disputa de outubro. "Eu não fui comunicado sobre essa decisão. Tomei conhecimento pela internet. Havia um acordo firmado com o senador para que o candidato fosse escolhido por meio de uma pesquisa, mas não foi cumprido", disse. 

O vereador Cláudio, assumiu a presidência provisória da legenda no ano passado e está filiado no partido desde 2016, onde foi eleito para seu primeiro mandato de vereador. Mas, Maranhão também designou a presidência do partido ao Dema Azevedo. Com essa decisão, o vereador também entregou nesta quinta-feira (9), a comissão provisória que estaria válida até dia 31 deste mês. "Hoje pela manhã entreguei a presidência, através de uma carta renúncia", falou.

Apesar do mal-estar, Cláudio Neto, não confirmou sua saída do partido. "No entanto, outra decisão pode ser tomada posteriormente, num momento oportuno", comentou.

Ainda segundo o vereador é hora de esfriar a cabeça. "Agora é hora de esfriar a cabeça e pedir orientação e discernimento a Deus, para permanecer na vontade dEle, independente da decisão que tomaremos", disse.

A nossa reportagem, até o fechamento desta matéria, não conseguiu falar com o senador Maranhão para saber mais detalhes sobre essa decisão que abalou as estruturas do partido na Rainha do Vale do Paraíba.  

Leia também: Dema Azevedo é lançado como pré-candidato a prefeito de Itabaiana pelo MDB

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias