Segunda, 01 de Junho de 2020 02:35
83 9-9601-8376
Entretenimento FRAUDE

William Bonner diz que nome e CPF do filho foram usados em fraude no auxílio emergencial

o apresentador do Jornal Nacional disse que foi informado pelo jornal Meia Hora sobre o suposto registro de Vinícius Bonner, 22, no programa do governo.

21/05/2020 16h20
Por: Redação Fonte: FOLHAPRESS
Jornalista denunciou que nome do filho foi usado em fraude (Foto: Reprodução).
Jornalista denunciou que nome do filho foi usado em fraude (Foto: Reprodução).

William Bonner, 56, afirmou nesta quinta-feira (21) que o nome e o CPF do seu filho foram usados indevidamente em uma fraude envolvendo o auxílio emergencial de R$ 600 pago pelo governo durante a pandemia do novo coronavírus.

Em uma série de tuítes, o apresentador do Jornal Nacional disse que foi informado pelo jornal Meia Hora sobre o suposto registro de Vinícius Bonner, 22, no programa do governo. "Meu filho não pediu auxílio nenhum, não autorizou ninguém a fazer isso por ele. Mais uma fraude, obviamente", afirmou.

William Bonner se mostrou ainda mais indignado pelo fato de, ao consultar o site do Dataprev, constatar que o pedido do auxílio foi aprovado. "Pelos critérios do programa de auxílio emergencial, alguém nas condições sócio-econômicas do meu filho não tem direito aos 600 reais da ajuda [...]".

Segundo ele, o fraudador provavelmente indicou que não tinha conta bancária e abriu uma conta na Caixa, a que Vinícius não tem acesso. Por isso, Bonner afirmou que nem sequer sabe se o dinheiro foi depositado e se foi sacado.

"Meu filho não fraudou, é vítima e pode provar. Não se zelou pela aplicação do dinheiro público? Quem protege os cofres públicos da ação de estelionatários ou de pessoas mal intencionadas?", questionou.

O jornalista disse ainda que há três anos estelionatários têm usado o nome e o CPF do filho para fraudes, como a abertura de empresas ou a contratação de serviços de TV por assinatura, entre outras. De acordo com Bonner, todas as falcatruas foram denunciadas à polícia.

"A repetição de fraudes chegou ao ponto de tornar recomendável uma troca do CPF. Mas, no Brasil, a vítima de golpes dessa natureza precisa passar por uma longa provação, em que tempo e dinheiro se esvaem no desenrolar do processo burocrático."

Sobre a nova fraude, ele afirmou que uma queixa-crime será apresentada. "Da parte dos gestores do auxílio emergencial, esperamos apuração rápida da fraude, para que se resguardem o patrimônio público e a confiança dos cidadãos nos mecanismos de controle desse programa."

Vinícius é irmão gêmeo de Laura e Beatriz. Os três são filhos de William Bonner e Fátima Bernardes.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias