E-mail

contato@debateparaiba.com.br

WhatsApp

83 9-9601-8376

Anuncie aqui
Operação Calvário

Presidente do TCE-PB designa substitutos de conselheiros afastados

Afastamento dos ex-conselheiros foi parte da investigação da sétima etapa da Operação Calvário, ‘Juízo Final’

09/01/2020 15h42
Por: Redação
Fonte: Portal Correio
Arnóbio Viana, presidente Tribunal de Contas do Estado. Foto: Divulgação
Arnóbio Viana, presidente Tribunal de Contas do Estado. Foto: Divulgação

Após o pedido de afastamento de dois conselheiros, o Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB), através do presidente Arnóbio Viana, indicou os conselheiros Antônio Cláudio Silva Santos e Oscar Mamede Santiago Melo para substituírem Nominando Diniz Filho e Arthur Cunha Lima, respectivamente, ambos afastados de seus postos pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), no âmbito da Operação Calvário.

O ato referente ao ex-conselheiro Arthur Cunha Lima já entra em vigor a partir desta quinta-feira (9), enquanto que o de Nominando Diniz só vigorará a partir do dia 5 de fevereiro, devido ao novo conselheiro, Antônio Cláudio Silva Santos estar gozando de seu período de férias.

Operação Calvário

O afastamento dos ex-conselheiros foi parte da investigação da sétima etapa da Operação Calvário, ‘Juízo Final’, deflagrada pela Polícia Federal no último dia 17, quando ex-gestores do Governo do Estado foram presos suspeitos de corrupção. De acordo com os órgãos de investigação, o TCE-PB encobria e potencializava esquemas investigados na Calvário.

Um dia após o afastamento dos conselheiros pelo STJ, o presidente da corte iniciou a sessão afirmando que o TCE-PB se colocaria à disposição da justiça para contribuir com as investigações. “O Tribunal de Contas da Paraíba manifesta a mais absoluta confiança na honradez, decência e dignidade daqueles que o integram, todos com atuação de enorme relevância para os recursos e os destinos da Paraíba”, disse.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias