Domingo, 01 de Agosto de 2021 05:06
83 9-9305-2845
Paraíba IRREGULARIDADES

TCE imputa débito de R$ 19 milhões à organização social por gestão fraudulenta em hospital do Governo da Paraíba

O IPCEP foi alvo da Operação Calvário realizadas pelo Gaeco, Policia Federal, MPF e CGU.

03/06/2021 13h11 Atualizada há 2 meses
Por: Redação Fonte: Da Redação do Debate Paraíba, com Assessoria TCE
O IPCEP foi alvo da Operação Calvário realizadas pelo Gaeco, Policia Federal, MPF e CGU (Foto: Reprodução)
O IPCEP foi alvo da Operação Calvário realizadas pelo Gaeco, Policia Federal, MPF e CGU (Foto: Reprodução)

Durante sessão ordinária realizada nesta quarta-feira(02), o Tribunal de Contas do Estado da Paraíba responsabilizou ao Instituto de Psicologia Clínica, Educacional e Profissional (IPCEP), que gerenciou o Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires no exercício de 2019, por prejuízos que passam dos R$ 19 milhões, referentes a despesas lesivas aos cofres públicos, face às irregularidades constatadas em inspeção especial realizada na Secretaria de Estado da Saúde (proc. 12991/19).

No voto do conselheiro relator André Carlo Torres Pontes, aprovado por unanimidade, foi imputado um débito, no valor de R$ 19.073.790,05, que deve ser ressarcido aos cofres públicos de forma solidaria pelo IPCEP, os diretores Antônio Carlos de Souza Rangel, Henaldo Vieira da Silva e Mário Sérgio Santa Fé da Cruz, além de aplicação de multas de R$ 190.737,90, equivalente a 1% do dano causado. 

O Tribunal Também expediu recomendações à Secretaria de Saúde e comunicação aos órgãos de controle MPF (Gaeco), MPE (Gaeco) e Polícia Federal.

Entre as despesas irregulares, excessivas e não comprovadas pelo IPCEP, e que ensejaram a imputação - após ampla defesa, destacam-se transferências bancárias não justificadas no valor de R$ 310.9 mil; superfaturamentos nos contratos com as empresas Hunter Ltda e Power Ltda, respectivamente, R$ 1.320.914,67 e R$ 1.756.269,02; pagamento de R$ 400.526,70 em duplicidade à empresa ATL Ltda; pagamentos sem comprovação que atingiram R$ 1.750.781,82; diferença não justificada em gastos com insumos no montante de R$ 2.873.387,53 e repasses ilegítimos no montante de R$ 1.503.053,55, entre outros.

O IPCEP foi alvo da Operação Calvário realizadas pelo Gaeco, Policia Federal, MPF e CGU.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Sousa - PB
Atualizado às 04h47 - Fonte: Climatempo
21°
Pancada de chuva

Mín. 20° Máx. 30°

21° Sensação
21.7 km/h Vento
75.4% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (02/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 31°

Sol com algumas nuvens
Terça (03/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 32°

Sol com algumas nuvens